Explodindo de orgulho.

_MG_9482

Quando ela tinha uns 4 anos, eu levava a Alice em um parquinho que tinha um brinquedo (presente em vários outros parques) que a gente conhecia como Monkey Bars. É  aquela escada na horizontal onde a criança tem que se pendurar e passar e uma barrinha pra outra, que nem um macaquinho.

Pois bem, durante quase um ano, ela sempre tentava, tentava, tentava passar de uma barrinha pra outra, mas provavelmente não tinha força ainda. Eu ajudava, segurava pela cintura e levava pelo caminho pra ela já ir pegando o movimento.

Um dia, fui buscá-la na escola e assim que eu a vi, sabia que tinha acontecido alguma coisa. Um sorriso gigantesco no rosto, a professora veio acompanhando e me contou que a Alice tinha conseguido! Ela fez todas as barrinhas do Monkey Bars sozinha e estava explodindo de orgulho dela mesma.

Apesar de ter rolado um ciuminho de ter acontecido na escola e eu não ter visto a primeiríssima vez, deu orgulho de ver ela tendo orgulho de si mesma. Fico feliz dela ter experimentado essa sensação boa de alcançar algo depois de meses tentando.

E fico mais alegre ainda de ter sido de forma tão divertida, com um brinquedo no parquinho.